quarta-feira, 31 de agosto de 2016

A importância de estabelecer metas

"- Pode me dizer, por favor, que caminho devo seguir? - perguntou Alice
- Isso depende muito de para onde você quer ir - respondeu o gato.
- Não me importo para onde...
 - Nesse caso, pouco importa o caminho que siga" (Alice no País das Maravilhas)


Eu gosto muito da passagem acima, se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve. Eu sempre vivi pautada em metas e objetivos. Todas as minhas atividades sempre tinham um objetivo final a ser alcançado, e quando eu percebi que não tinha mais objetivos eu me senti muito perdida, e tive que fazer uma pausa para avaliar a fase pela qual eu passava, e estabelecer novos objetivos.



Para alcançar os seus objetivos, você precisa estabelecer metas. O objetivo é o destino final e as metas são os caminhos percorridos para alcançar estes objetivos. O nosso cérebro encara os objetivos como desafios a serem conquistados todos os dias, e esses desafios nos motivam e nos fazem seguir em frente, tendo em mente que há algo maior a ser alcançado.





 Mas, como estabelecer metas?


Eu uso um sistema bem arcaico para isso, papel e caneta, rs, eu costumo listar os meus objetivos e deles ir tirando as metas que serão necessárias para alcançar este objetivo. Vou dar um exemplo simples.


Você está planejando uma viagem, já determinou o destino, a data, o período, agora você precisa estabelecer as metas que devem ser alcançadas para que você consiga realizar seu objetivo. Quais podem ser essas metas?



1-Economizar um valor mensalmente

2-Cortar gastos com supérfluos

3-Aumentar a renda vendendo algum produto (pães/bolos/cosméticos), entre outras.






Dentro do seu objetivo que é viajar, você estabeleceu metas que podem ser seguidas. É importante sempre ao estabelecermos metas colocarmos algo real e possível de ser praticado para evitar frustrações e desistências. Por exemplo, você coloca uma meta de economia de R$ 500,00/mês, mas seu faturamento mensal só permite economizar R$ 100,00/mês, por não conseguir alcançar a meta, você acaba se frustrando e desistindo do seu objetivo.


Por isso, é muito importante, estabelecer metas reais com as quais você pode se comprometer, portanto, a possibilidade de desistência será menor.



Quais são os seus objetivos?

Estudar, comprar um carro, viajar para Catmandu, se casar, aprender a falar inglês ou mandarim, reformar a sua casa, aprender a dançar?



Agora liste as metas que você deve estabelecer para alcançar estes objetivos. Lembre-se sempre de estabelecer metas reais e que você saiba que conseguirá cumprir dentro da sua realidade.






Pronto. Esse é o passo a passo da receita. Para o restante dar certo, só depende de você.



“Muitos dos fracassos da vida são pessoas que não perceberam o quão perto elas estavam do êxito quando elas desistiram”. (Thomas Edson)














sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Troque o doce por uma fruta



Essa dica é bem batida, e nós ouvimos frequentemente os profissionais de nutrição falando sobre isso. São dicas de comer menos doces, investir em alimentos com mais fibras, comer menos gorduras, e por ai vai.



Eu nunca fui fã de radicalismos alimentares, até já falei aqui no blog (clique aqui para ler o post) sobre o que eu acho da ideia de só comer coisas saudáveis em excesso, e continuo achando que todo excesso é prejudicial. Então, o meu corpo resolveu me enviar sinais sobre o excesso de um alimento que eu sempre tive paixão, o AÇÚCAR. Quem me conhece sabe que eu sou um formigão, amo, amo açúcar, tanto que os melhores pratos que eu cozinho, são doces, que variam de bolos, tortas, biscoitos, entre outros. E eu costumo adoçar tudo, do chá ao café, passando pelo suco com muito açúcar, até ficar meio melado.



Desde 2008, eu sofro com crises de labirintite, que tem como gatilho, a ansiedade e o stress, mas que parando para observar eu tenho percebido que quando estou abusando muito do açúcar, a labirintite vem com toda força, demora mais para passar e chegar a interferir inclusive na minha audição. De uns tempos para cá, eu tenho tido crises de labirintite a cada dois meses, variando de intensidade fraca a mais forte. A última me pegou dia 21 de agosto, e foi super forte, eu fiquei dois dias ausente do trabalho, e o otorrinolaringologista trocou a medicação que eu uso durante as crises, eu pagava R$ 8,00 em um medicamento, e agora pago R$ 52,00 em outro medicamento composto para vertigem. Diante disto, eu conclui que está na hora de começar algumas mudanças, inserir mais exercícios de equilíbrio no yoga, praticar todos os dias exercícios para reabilitação vestibular (peguei uns bem tranquilos em sites de fisioterapia), e diminuir o consumo de açúcar refinado. Fiquei bem triste com isso, ter que diminuir o açúcar, mas meu corpo está sinalizando, é hora de ouvi-lo com mais carinho e atenção. 



Eu me lembro que em 2008, com a minha primeira crise de labirintite eu fui ao otorrinolaringologista e ele me pediu uma série de exames, que incluía a análise de triglicérides. Os triglicérides são um tipo de gordura presente no sangue, que quando está acima de 150 ml/dL em jejum, aumenta o risco de doenças cardíacas e de derrame por exemplo, principalmente quando o colesterol também está alto. Bom, tudo normal, até o médico me olhar com aquela cara de desconfiado, e me perguntar se eu comia muita gordura, e eu disse claro que não (eu realmente como poucos alimentos gordurosos), e ele emenda, e açúcar, agora falou a minha língua doutor, açúcar é minha paixão. Meu nível de triglicérides não estava alarmante, mas já tinha saído do valor de referência, eu acho que foi culpa das cocadas que eu comia todo dia no trabalho, rs.



Então, se você é fominha por açúcar saiba que este alimento pode aumentar o nível de triglicérides no sangue. Não é só comida gordurosa que ajuda a aumentar esse nível não. Mesmo assim, não parei com os doces, e pensei de amarga já basta a vida, vamos encher o caco de açúcar e ser feliz. Só que o corpo cobra os excessos em longo prazo, e ai, a dívida está tão grande, que a gente não sabe se vai dar para pagar. Foi então que agora, eu resolvi maneirar no açúcar, pois ainda dá tempo. 



A primeira coisa que podemos fazer é: 


- Trocar o doce por uma fruta

Eu tenho investido em frutas como mamão, maçã, pera. Eu comia todos os dias após o jantar, um chocolate (twix, snickers, m&m’s). Tive que dar adeus para este hábito e passei a investir em frutas, a conta do supermercado também ficou menor com a troca. Para dar uma variada coloco as maçãs e a pera no forno para dar uma amolecida e salpico um pouco de canela por cima. 



- Dessensibilizar o paladar

O nosso paladar é acostumado com açúcar, uma maneira fácil de fazer uma dessensibilização é retirar o açúcar aos poucos. Eu estou diminuindo o açúcar do chá e dos sucos. Antigamente, eu adoçava um chá com cerca de 2 colheres de chá (cheias) de açúcar, hoje, eu coloco 1 colher de sobremesa rasa, e estou tentando me acostumar a alimentos menos doces.



- Comer de 3 em 3 horas

Eu passei a controlar o tempo entre uma e outra refeição. Eu tento me alimentar de 3 em 3 horas. Às 07:00hs da manhã, eu tomo café em casa, depois por volta das 10:00hs eu como alguma coisa no trabalho (vario entre uma fruta, ou 3 biscoitos de água e sal com chá de erva-doce ou capim cidreira com pouco açúcar). Almoço 13:00hs e faço um lanche às 16:00hs, e por volta das 18:30hs eu janto em casa. Eu tenho feito isto não para emagrecer, mas para controlar a ansiedade de comer doces, eu estava muito viciada em chocolate, bolos e biscoitos doces, e não tinha horário para ingerir, uma verdadeira bagunça, que ajuda a piorar a labirintite.



- Avalie os rótulos de produtos no supermercado

Eu sempre fui apaixonada por rotulagem de alimentos, e na minha profissão acabo ficando em contato com as legislações tanto nacionais como internacionais sobre este tema, e eu aprendi muita coisa. É muito importante, sempre que compramos um alimento no supermercado avaliarmos o rótulo, assim verificamos a quantidade de cada ingrediente naquele alimento, se tem algum alergênico, se a lista de ingredientes comprova a alegação de propriedade funcional daquele alimento, entre outros.

Uma dica que eu te dou é avaliar a lista de ingredientes, sempre o primeiro ingrediente listado é o que está em maior quantidade naquele produto. Por exemplo:



Vamos avaliar a lista de ingredientes deste biscoito Cracker.





O primeiro ingrediente é a farinha de trigo, isso significa que a farinha de trigo é o ingrediente de maior quantidade neste produto, seguido pela gordura vegetal, e assim por diante, sendo que o ingrediente com menor quantidade é o melhorador de farinha, que está listado por último. 


Ler os rótulos é importante para você identificar que tipo de alimento está ingerindo, e como ele pode interferir na sua saúde, tanto negativamente como positivamente. Tenha bastante atenção em relação aos pães integrais, a grande maioria tem a farinha de trigo refinada como o principal ingrediente, portanto, não são assim tão integrais como se denominam no painel principal (frente) do rótulo.



De vez em quando, nós podemos comer um pedaço de bolo, um doce na casa de um amigo, o que não podemos é perder a mão, e fazer como eu estava fazendo, comendo doces em grandes quantidades e diariamente. A conta vem meu amigo, e às vezes o valor é alto. Você está disposto a pagar? Eu não.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Você acredita nos seus sonhos?



Utopia

Se as coisas são inatingíveis...ora!

Não é motivo para não querê-las...

Que tristes os caminhos, se não fora

A presença distante das estrelas!

Mário Quintana



De uns tempos pra cá, eu ando meio insatisfeita com a minha vida profissional, principalmente em relação às decisões que eu tomei sem pensar muito. E por muitas vezes tento me convencer que as coisas não têm mais como mudar, que eu já passei dos 30, e não posso mais me dar ao luxo de fazer trocas, de me arriscar. Mas, eu tenho tantos sonhos guardados no coração, e de vez em quando, por um ou outro motivo, eu me lembro que eles existem.



Mas, será que é possível continuar acreditando nos sonhos, mesmo quando eles parecem tão distantes? Eu acredito que sim, nem sempre os sonhos podem ser realizados rapidamente, às vezes é preciso se planejar, traçar metas e planos, visualizando qual é a melhor forma desse sonho se realizar.



Eu tenho alguns sonhos profissionais e pessoais, e sei que neste momento da minha vida eu não vou conseguir realizá-los por alguns motivos, porém, eu comecei a me perguntar o que eu posso fazer hoje para transformar meu sonho em realidade amanhã. Começar um curso de capacitação, voltar a estudar inglês (mesmo sozinha), planejar como eu posso dar o ponta pé inicial para esse sonho se realizar, e fui encaixando as pecinhas para chegar onde eu quero. Obviamente, isso não acontecerá agora, e talvez demore um pouco, mas eu já mostrei para o Universo o que eu quero, e manifestei a vontade de realizar, agora é hora de se planejar e trabalhar.



Muitas vezes, nós escondemos os nossos sonhos embaixo do véu do medo. Medo de mudar, medo de não dar certo, medo de ser julgado, entre tantos outros medos que acabam nos paralisando, principalmente quando temos outras pessoas dependendo de nós. Você não precisa ser irresponsável para realizar o seu sonho, é só se planejar e parar de dar desculpas para si mesmo. Pense hoje nas desculpas que você tem se dado quando pensa nos seus sonhos? Avalie estas desculpas, elas realmente são empecilhos, ou você está transformando flores em pedras por medo? Eu digo isso, porque eu frequentemente me pego duvidando dos meus sonhos, achando que vou ficar sempre presa onde me encontro e até duvidando da minha capacidade pessoal e profissional.



Quando eu percebo que minha mente está me aprisionando em pensamentos de inferioridade, eu sempre relembro quem eu sou, por tudo o que eu passei, tudo o que conquistei até hoje, penso no quão inteligente eu sou, nas minhas qualidades, penso até nas coisas não tão boas que aconteceram, mas que me ajudaram a crescer, e volto a acreditar, e pensar que é possível chegar onde eu quero.



Você tem um sonho? Eu acredito que sim.

Pense nele agora. Ele parece distante? Se sim, ok, sem problemas.

O que você precisa fazer hoje, mesmo que devagar para chegar na realização deste sonho?

Não se importe com o tempo, com o espaço. Estes são meros detalhes perto da grandiosidade do seu sonho.



Faça planos e tire-os do papel.

"Nem todos os sonhadores realizam seus sonhos, mas todos os realizadores sonham. Eles energizam seus sonhos com ação. A felicidade acontece para aqueles que sonham seus sonhos e fazem exatamente o que é necessário para que eles se tornem realidade." (Não sei de quem essa frase, mas acho que ela exemplifica bem o que eu quis dizer hoje)


Fotos: Pexels










quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Que tal dedicar um tempo para o que você gosta



Muitas vezes, nós ficamos sobrecarregados de afazeres, preocupações, compromissos e entre uma atividade e outra nós vamos abdicando das coisas que gostamos de fazer, às vezes, colocamos a culpa em alguém, na falta de dinheiro ou ainda na falta de tempo.



Mas será que sempre precisamos anular alguém, pagar ou ainda utilizar muito tempo para fazer algo que nós gostamos?

A resposta é...nem sempre. É possível fazer as coisas que gostamos se estivermos dispostos à isso. Às vezes também temos a tendência de achar que não podemos fazer o que gostamos por falta de companhia, ah mas eu vou ter que fazer isso sozinha(o), por que não, é estranho no começo, mas nós precisamos dar o primeiro passo.
 Woman in Sunglasses on Grey Scale Photo



Uma dica que eu te dou é escrever em um papel as coisas que você gosta de fazer. Faça uma to do list, mas não baseada em suas tarefas diárias, e sim baseada nos seus hobbies e coisas que fazem você se sentir bem. Quando, eu acho que estou me perdendo na minha rotina diária, e deixando as coisas que gosto para trás, eu faço uma lista para relembrar tudo o que eu gosto de fazer, e vou recomeçando uma ou outra atividade.



Existem várias coisas que você pode fazer, e que fazem muito bem para o seu estado de ânimo geral. Eu vou listar algumas atividades e dicas para você, eu citei algumas coisas que gosto nesta lista também, mas você pode fazer a sua própria lista, sempre que você se esquecer de si mesmo, ou se sentir perdida(o) dentro das situações diárias que a vida te propõe.
 man, person, beach



Visitar uma livraria

Eu gosto muito de livrarias, e sempre que visito alguma acabo adquirindo um livro novo, geralmente eu vou em livrarias grandes, onde dá para dar uma passeada dentro, folhear alguns livros, dar uma olhada nos DVDs das séries de TV, ou nos CDs expostos. É algo que me deixa feliz e eu gosto bastante. Abaixo, endereço de três livrarias, uma em São Paulo, e duas na grande São Paulo.



Livraria Cultura - Conjunto Nacional - Avenida Paulista, 2073 - Bela Vista, São Paulo – SP - a melhor para dar uma passeada =)

Livraria Saraiva - Shopping Tamboré - Av. Piracema, 669 - Tamboré, Barueri – SP

Livraria Saraiva - Super Shopping Osasco - 1º Piso - Loja B02/03, Super Shopping Osasco - Av. dos Autonomistas, 1828 - Vila Yara, Osasco – SP



Ir ao cinema

Faz muito tempo que você não vai ao cinema? Tire um tempinho para conferir um filme novo. É muito legal ir ao cinema acompanhada(o), mas nem sempre as pessoas têm disponibilidade, ou ainda, querem assistir o mesmo filme que a gente, então o jeito, é perder a vergonha e ir só. Se ficar se sentindo sem graça (porque isso acontece), escolha sessões mais cedo, onde não tenha tanta gente, faz uma cara de paisagem e vai.



Fotografar

Escolha um lugar bonito para tirar fotos, faça fotos de pessoas, paisagens, coisas inusitadas. As fotos são lembranças que vão ficar para sempre. De repente, você se encanta, e até começa um curso de fotografia.


 man, camera, taking photo




Aprender um novo idioma

Atualmente, com a internet você não precisa gastar para ter noção em um idioma. A sua necessidade pode ter haver com o trabalho, ou curiosidade, é sempre bom aprender sobre novas culturas, e falar outro idioma hoje em dia, dá uma valorizada no passe.

Eu estou em uma fase de poupar dinheiro, então, eu estou cortando gastos, e infelizmente não posso investir em um curso neste momento. Então, pesquisei no google, e visitei alguns sites para treinar o inglês. Tem o Lang 8, o Busuu, LinguaLeo, Duolingo. Escolha um e start right now.



Pedalar, caminhar, dançar, fazer yoga

Se você gosta de fazer alguma atividade física e parou por falta de tempo ou dinheiro, dá para encaixar estas atividades na sua rotina sem gastar, ou ainda encaixar naquele tempinho disponível após o jantar, ou pela manhã. Na minha cidade, é oferecido pela prefeitura aulas de aeróbica de graça, é um pouquinho difícil conseguir vaga, mas é possível. Nos ginásios poliesportivos também são oferecidos aulas de vôlei, handebol, basquete, futsal (mais voltado para crianças e adolescentes). Procure a Secretaria de Esportes da sua cidade, ligue, mande e-mail, encha o saco, rsrs, informe-se sobre as atividades oferecidas, só consegue quem corre atrás.

Você pode usar a internet a seu favor neste caso também, no youtube existem aulas de ginástica, yoga, dança, um canal que eu costumo assistir é o Exercício em Casa . Tem várias aulas, e você pode praticar no conforto da sua casa.



Aula de culinária ou artesanato

Que tal aprender a cozinhar um novo prato, ou aprender a bordar, fazer tricô, ou qualquer outra coisa. Existem cursos de culinária a artesanato pagos e gratuitos. Escolha alguma coisa com a qual você se identifique e comece. 
 healthy, person, hands



Escrever

Se você gosta de escrever, você pode criar um diário, desabafar as suas experiências do dia. Ou ainda criar um blog e escrever sobre algo que você goste, maquiagem, alimentação, autoconhecimento, entre outros.



Estas foram algumas dicas para você recuperar as coisas que você gosta, mas a lista é sua, e deve corresponder à sua personalidade, sempre que você sentir que está se perdendo de si mesmo, pergunte-se: O que eu gosto de fazer? Relembre o que te faz feliz e o que você por algum motivo abandonou, proponha-se a começar ou recomeçar.