segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Papo furado???

Esses dias, eu estava refletindo sobre um comentário que visualizei em um blog  que fala de assuntos dos quais eu tenho interesse. Em geral, são debatidos temas sobre lei da atração, autoconhecimento, gratidão entre outros. O comentário dizia que tudo isso é papo furado e que nós temos que viver a vida sem essas encanações e que nem sempre pensar positivo resolve todos os problemas. Eu não sei, o que o administrador da página respondeu, porque não voltei lá para ver se tinha resposta, e também não me atrevi a dar a minha opinião sobre o assunto, afinal o comentário não era na minha página e não se dirigia a mim. Mas, acabei refletindo mais tarde sobre essa questão.

Então, eu me fiz as seguintes perguntas:

1-Será que começar a meditar, praticar autoconhecimento, agradecer (Deus, Universo, Buda, natureza, ou aquilo que você acredita) é papo furado?

2-Pensar positivo é o suficiente para as coisas acontecerem como eu planejei?

3-E se eu estou tentando me conectar com coisas melhores, mas percebo que coisas ruins continuam acontecendo? Será que essa história não é mesmo papo furado, ou a famosa conversa pra boi dormir?


Vamos à minha opinião sobre tudo isso. Eu vou responder cada uma dessas perguntas me baseando na minha experiência.

1- No meu caso, a meditação e o autoconhecimento foram processos muito importantes para eu despertar, na verdade, eles funcionaram como um antídoto contra o modo zumbi em que eu estava vivendo. Para ser bem sincera, eu era uma coisa, mas me comportava como outra. Medo, receio, críticas, comportamento moldado desde criança, entre outros, fizeram com que eu me protegesse não expondo quem realmente sou. Isso, só foi possível graças à yoga, meditação e a prática do autoconhecimento. Portanto, não acho que olhar para si mesmo seja papo furado. Creio que seja uma das coisas mais difíceis de fazer, por isso, dá medo, por esse motivo, criamos desculpas que vez ou outra diminuem o valor desse processo porque olhar para os próprios monstros não é tarefa fácil. Não é uma atividade simples, se assumir responsável pelos seu sucesso e seus fracassos. Não é fácil, perceber que você está se boicotando por medo. Por isso, entrar nesse Universo não pode acontecer só porque é moda, ou só porque alguém te disse que é legal. Entrar nesse Universo tem que ser um chamado do seu coração. A vida se encarrega de fazer isso, quando for o seu momento, e se ele fizer parte da sua caminhada nesta terra, ele vai acontecer, senão, não vai. Cada pessoa tem seu tempo.
A questão da gratidão mudou a minha percepção das coisas em minha vida. Eu me queixava muito dos meus relacionamentos, do meu trabalho, dos problemas de saúde que apareciam. Depois que comecei a realizar o exercício da gratidão, comecei a perceber que há muito mais para agradecer, e a vida se tornou mais leve. Isso não significa que os problemas desapareceram, não, eles ocorrem, mas eu decidi olhar para eles de um modo diferente e por enquanto tem dado certo. Então, por experiência própria, não é papo furado, se você sente um chamado para mudar de vida, aceite-o e encare os medos de frente, no início eles parecem te afugentar, depois eles parecem caminhar ao seu lado, e quando você menos esperar estará a quilômetros de distância deles, vendo-os congelados lá longe, bem distante da sua caminhada.

2-Pensar positivo, somente, não irá criar coisas e situações na sua vida. É preciso uma ação para as coisas se moldarem à sua vibração. Um exemplo prático, de nada adianta pensar o seguinte: “Eu quero um trabalho, eu quero um trabalho.” E ficar sentado no sofá de casa, não conversar com alguém, não enviar currículos, enfim, toda ação tem uma reação, e se essa ação ocorrer dentro uma energia boa, as chances dela dar certo são infinitamente maiores. Ficar repetindo frases aleatórias, não vai ajudar em muita coisa, é preciso sentir aquilo que se pensa, agradecer, e movimentar-se para ter. Então, só pensar positivo realmente não faz efeito, é preciso visualizar, sentir e agradecer. Tente também perceber se esse desejo é da sua essência mesmo, pode acontecer que você queira algo porque aprendeu que é bom e importante, mas lá no fundo para você isso não faz sentindo, não está alinhado com seu coração. Por exemplo, você está querendo um trabalho com carteira assinada, porque aprendeu que isso garantia o sustento, mas lá no fundo sempre quis fazer sorvete para vender. Então, você pode até conseguir um trabalho formal, mas pode continuar alinhando com o sonho de vender sorvete, e usar o trabalho atual para financiar o desejo da sua alma. Por que não? É possível. Então, só pensar positivo, é sim papo furado, mas sentir, agradecer, se alinhar com o coração pode tirar sim seus sonhos do papel.



3- Viver nesse planeta não irá nos isentar de problemas e dores. Se você espera isso, lamento te informar, é impossível. Vivendo nessa dimensão, estamos todos expostos às intempéries da vida terrena. Mas, você pode mudar a forma como você enxerga as situações. Portanto, você pode escolher o que sentir e perceber também como você está lidando com as “coisas ruins” que acontecem. Tem um ditado que diz: “Quanto mais eu rezo, mais assombração aparece.” Quando você reza, quando faz suas visualizações, qual é o sentimento que predomina? Ao pedir algo, você foca no que tem ou no que não tem? Está grato? Ou foca na falta, na tristeza, no negativo? Portanto, avalie os seus sentimentos, são eles que farão a diferença nessa jornada. Agora, se você acha que só porque você é de Deus (já ouvi isso, rs) ou porque você medita nada mais vai te atingir, você está vivendo na ilha da fantasia. O que muda é o seu olhar. É difícil? E como é. Mas, não é impossível de mudar essa chave. Eu recomendo que você assista esse vídeo sobre esse assunto, eu achei muito legal e esclarecedor (clique aqui para assistir o vídeo).


Não sei se a minha opinião fez sentido pra você, mas a resposta para a pergunta de hoje, é mais simples do que parece... Se é papo furado ou não, vai depender muito do seu próprio olhar, assim como tudo na vida.

2 comentários:

  1. Bom dia, Angelica! Tinha salvado este link pra ler depois e me senti muito grata por tê-lo visitado hoje. Nossos caminhos seguem trilhas diferentes, mas creio que tenhamos o mesmo destino como objetivo: uma vida mais equilibrada. Ontem estava me sentindo triste por não estar vendo "resultado" dos estudos que tenho feito e pensando que talvez tivesse que mudar alguma coisa na minha vida pra funcionar. Foi então que me dei conta que não é nada na minha vida que precisa ser eliminado ou acrescentado. Na verdade, percebi que apesar de estar estudando tanto, não estou praticando o que estudo. E isso é o que você falou no ponto 2, só pensamento positivo não muda nada. Não são os fatores externos da minha vida que precisam mudar, ainda sou eu. Sempre serei eu. E ter visualizado isso me fez acordar com um sentimento de gratidão imenso, com outra disposição, outro olhar para tudo. Engraçado como as coisas são tão simples aparentemente, mas levam um tempão pra realmente fazer sentido né?
    Obrigada por seu texto! Bom dia!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Carol! É sempre uma satisfação ler os seus comentários. Que bom que você gostou do post. Como você observou, todas as mudanças são sempre a partir de nós mesmos, por mais que lutemos contra isso em muitos momentos da vida. Muito obrigada pelo comentário. Um beijo grande :)

    ResponderExcluir