Como economizar dinheiro - dica de minimalismo

Você provavelmente consome diversas coisas todos os dias, certo?
Você saberia me dizer se tudo que você consome, você realmente precisa?
Hum, sim ou não?
Bom, responda essa pergunta para si mesmo e avalie como está o seu consumo. Eu resolvi escrever este texto, depois de perceber que eu era uma consumidora voraz de itens que muitas vezes não precisava, entre estes itens, estão as maquiagens por exemplo. Inúmeras vezes, eu comprei maquiagens que não precisava somente pelo prazer de tê-las. Mas, e você saberia me dizer, ou melhor, dizer para si mesmo, se você tem acumulado coisas desnecessárias?




Eu não sou minimalista, na verdade até tenho bastante coisa, mas de um tempo para cá, percebi que muitas vezes eu estava fazendo compras por impulso, e comprando coisas que não preciso no momento, então resolvi ler e assistir vídeos  sobre o assunto e acabei encontrando algumas dicas bem legais.

A sociedade está sempre tentando nos fazer consumir, ter, comprar, gastar dinheiro, e na grande maioria das vezes com coisas desnecessárias, sem nem percebermos aquela mensagem é gravada no nosso subconsciente fazendo com que acreditemos que realmente precisamos de algo, ou precisamos ter algo para sermos iguais aos outros. Quando esse consumo é consciente, está tudo bem, mas a partir do momento em que percebemos que esse consumo desenfreado está nos prejudicando, talvez seja hora, de parar um pouco e avaliar este comportamento.


Depois, de perceber que eu estava gastando dinheiro à toa, porque ficava com produtos parados, e que muitas vezes não gostava, e de quebra ainda, ajudando a prejudicar o meio ambiente, eu resolvi usar uma frase todas as vezes que sinto a necessidade de comprar algum produto, seja um bem durável ou não durável, ou até alimentos. Quando percebo que a compra geralmente é por impulso, eu converso comigo mesma da seguinte maneira: "Você realmente precisa disto?" e "Isso agregará algum valor na minha vida neste momento?" Na grande maioria das vezes, a resposta é negativa, porque se trata de itens supérfluos. Repetir essa frase para mim mesma, tem me ajudado a evitar excesso de produtos, isso para tudo, maquiagens, roupas, sapatos, bijuterias, alimentos, entre outros, e percebi o quanto me sinto bem depois, atualmente, tenho aprendido a usar produtos até o final antes de comprar outros (por exemplo, eu era a louca do protetor solar, agora sempre espero um frasco acabar para comprar outro). Essa frase, eu ouvi em alguns dos vídeos que assisti sobre o assunto, principalmente no canal "The whole happy life - Ria". Quem também tem bastante material sobre o assunto é o Gustavo Cerbasi, vale a pena conferir o canal dele também.





Isso não significa que você irá deixar de investir em coisas que gosta, mas somente avaliar se aquilo que você quer comprar ou consumir é realmente necessário para você neste momento e se aquele bem ou serviço vai agregar algum valor na sua vida. Caso a resposta seja negativa, aguarde e não faça a compra. Assim, você pode economizar para investir em um curso, em uma viagem, sei lá, algo que você tenha vontade de fazer.



A dica de hoje é bem simples, e para mim, ajudou muito. Agora, estou sempre consciente no momento das compras, e tento ao máximo somente investir no que é realmente necessário. Eu espero que se você sente que está consumindo desenfreadamente qualquer coisa, que essa dica possa ser útil para você também, e possa te ajudar a viver uma vida mais saudável e equilibrada.

E qualquer dúvida, eu estou por aqui, é só me escrever.

Boa sorte para você!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As peças que a vida nos prega

Quando nosso balão esvazia - Ações alinhadas para se reconectar

Como descobrir a sua essência