Você se prioriza? Como fazer de si mesmo(a) uma prioridade

A vida é muito corrida. Ás vezes, parece que não vamos ter tempo nem de respirar não é mesmo?
São diversas atividades, família, trabalho, filhos, amigos, estudos... e se nós não soubermos priorizar as coisas, corremos o sério risco de ficarmos totalmente perdidos e estressados, o que a longo prazo, ou até em um curto prazo dependendo do nível de stress pode acarretar sério danos à saúde.



Se você quer saber como estabelecer prioridades, sugiro que assista esse vídeo que gravei, onde dou algumas dicas de como fazer isso.


E nessa correria, acabamos na grande maioria das vezes, priorizando as necessidades de outras pessoas e esquecemos de priorizar a nós mesmos. Uma informação importante para ressaltar aqui é que priorizar a si mesmo não é egoísmo, na verdade, é amor próprio e autocuidado, desde que você não esteja passando por cima de outras pessoas ou as prejudicando de uma forma agressiva para se priorizar. Me lembro que uma vez uma professora de yoga do youtube que gosto bastante, Sarah Beth, estava comentando sobre o retorno à academia após ter tido bebê, e ela falava exatamente sobre isso, sobre cuidar dela mesma para poder cuidar dos outros e manter o copo cheio.

"Amai ao próximo como a ti mesmo." - Jesus

Vamos usar esse exemplo do copo. Se você doa toda a água do seu copo, e nunca enche ou ainda espera que alguém venha matar a sua sede, enchendo o seu copo, é muito provável que você ficará muito tempo sedento, faltará para você e para o outro, mas se você faz o trabalho de encher o seu copo, você terá água disponível para si mesmo e quem sabe até para compartilhar. 



O fato é que para darmos amor, carinho, atenção, dedicação, precisamos também estar abastecidos disso tudo também, e uma forma de se fazer isso é doando sim, mas recebendo também, e esse receber não pode estar focado apenas em terceiros, mas em você também, o que você dá e permite receber de si mesmo? Já pensou nisso? Como você tem se priorizado para poder encher o seu copo?

Caso, você se sinta perdido em como fazer isso, eu vou compartilhar com você algumas sugestões que podem te ajudar a fazer de si mesmo uma prioridade em sua vida, assim você poderá desfrutar de momentos mais felizes em sua própria companhia e na companhia das pessoas que ama. Vamos lá!

O primeiro passo é:

- Aceite seus sentimentos
Quando temos o pensamento de nos priorizar, é muito comum que um sentimento de culpa invada nosso coração, e por que isso acontece? Principalmente, se você for mãe, filha, mulher, talvez esse sentimento pese mais sobre você. Isso ocorre porque aprendemos desde pequenas que somos cuidadoras, devemos servir, a mulher cuida do lar, e por mais que isso esteja mudando, ainda vemos esse padrão muito arraigado em nossa sociedade. Portanto, é muito fácil sentir culpa, ao deixar os filhos com o marido para ir na academia, ou sentir culpa quando vai tomar um café com uma amiga e deixa os pais mais velhos em casa. Aceite esse sentimento, acolha e aja pensando que tudo bem sentir isso, você foi ensinada assim. Porém, o que você vai fazer com esse sentimento é que é importante, você precisa aprender a ressignificar esse sentimento. Pensando: Eu estou me sentindo culpada em me priorizar, e isso é normal, levando em consideração o ambiente que cresci, porém, eu preciso me encher, encher meu copo, preencher minha vida para me doar. Portanto, acolho essa culpa, mas decido não vivê-la. E vá vivendo seu caminho, se priorizando, se abastecendo de coisas boas.

- Defina um horário para você e para as coisas que você gosta
Estabelecer um horário e se organizar é uma das melhores formas de se priorizar no meu ponto de vista. Então, estabeleça um horário onde você consiga inserir em sua rotina as coisas que você gosta, horário para ler, horário para meditar, horário para fazer exercícios. Deve ter algum espaço na sua rotina, no qual você possa inserir as atividades que você goste.


- Escute sua intuição
Uma das formas de escutar a intuição é observar as sensações físicas que uma decisão nos causa. Sentir e ouvir como o corpo se sente, assim quando você estiver se colocando em último lugar, seu corpo emitirá sinais, aprenda a ouvi-los e assim você vai aprender a se priorizar de acordo com a sua intuição. É se alinhar e sentir o que bom e o que não é neste momento. A meditação é uma ferramente que ajuda bastante neste alinhamento.



- Peça ajuda
Não tenha medo de pedir ajuda quando quiser se priorizar, isso faz parte e é saudável. Muitas vezes, tememos pedir auxílio imaginando se os outros irão pensar que somos fracos e não estamos dando conta. O medo de pedir ajuda vem dos pensamentos e histórias que criamos e alimentamos em nossa mente, em relação à competência e vulnerabilidade. Para crescer, precisamos pensar de maneira diferente, escolher novas formas de enxergar a vida, só assim, os nossos passos ficarão mais firmes em direção ao crescimento, pois conseguiremos nos nutrir, para nutrir e ensinar aos que amamos como nutrir-se também.

Bom, essas foram as dicas de hoje. Agora é a sua vez, me conta, você tem o hábito de se priorizar? Como você faz isso? Compartilha com a gente aqui nos comentários.


Sugestão de música para animar seu planejamento de atividades para se priorizar

Sara Bareilles - Door Number Three



Até o próximo post :)



Comentários

  1. Primeiramente: Make show, viu? Valorizou sua beleza natural. Como dizemos entre os cristãos, adornou você. Você emana muita paz, moça.
    Sobre prioridades: essas prioridades são suas mesmo? Taí gostei! Porque às vezes o que a gente quer pode até ser algo bom para nós, mas talvez não seja o ideal para o momento que estamos vivendo. E aí é necessário se perguntar porque queremos tanto aquilo. Esse segundo semestre eu tive que fazer uma repaginada sobre o que era ser fitness pra mim, porque eu ainda caía na famosa armadilha ser magra, pesar tal, ter número tal na roupa, pipipi popopó....
    Depois que comecei a trabalhar com uma coach de saúde e bem estar, muitas coisas mudaram como eu vejo ser fitness hoje. Minha prioridade nesse momento é dormir bem, ter energia, ter minhas emoções niveladas, ter níveis de estresse baixíssimos, viver no presente o máximo possível e se relacionar com a comida de maneira a olhar para um prato e ver o que vai dar a nutrição que ele quer, ao invés de algo ser calórico ou não. Isso fez uma revolução na minha saúde e desde outubro eu não tenho mais ficado doente, o que acontecia toda vez que eu emagrecia.

    Beijos!
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gisley! Muito obrigada pelo comentário. Fico muito feliz quando recebo um comentário de pessoas que admiro, você sabe que acompanho seu blog e acho incrível a forma como escreve. Que legal que você está conseguindo trabalhar sua prioridade neste momento e que ótimo que tem te feito bem ;)

      Essa questão de priorizar o que não é nosso foi minha realidade durante muito tempo, hoje não mais, e atualmente me sinto muito mais feliz.

      Mais uma vez, agradeço a visita e o comentário!

      Beijo!!!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

As peças que a vida nos prega

Quando nosso balão esvazia - Ações alinhadas para se reconectar

Como descobrir a sua essência