quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Sentir tristeza



“Aquele que nunca viu a tristeza, nunca reconhecerá a alegria.” Khalil Gibran



Nós vivemos em tempos em que demonstrar a tristeza, sentir tristeza parece algo negativo. Ouvimos várias pessoas dizer que não podemos nos entregar a tristeza, que devemos forçar um sorriso, não devemos demonstrar os nossos sentimentos. Eu não concordo muito com essas afirmações. É claro que sempre que for possível, devemos sim enxergar o lado positivo das coisas, e pensar que algo melhor se concretizará em nossa vida.


Só que às vezes, a tristeza nos alcança, e ela nos coloca a pensar em diversas coisas que muitas vezes nos fazem chorar e sentir um vazio grande no peito. E sentir tristeza é normal. É normal você se sentir mal às vezes, é normal chorar sozinho no travesseiro, é normal se olhar e sentir que falta algo a ser alcançado e você ainda está patinando, e não está saindo do lugar. Ninguém precisa ser positivo e sorrir o tempo todo, só precisamos saber lidar com os momentos da vida e com as emoções que eles provocam, sejam elas emoções tristes ou alegres.



Esta semana, eu me senti um pouco triste por causa de um acontecimento na minha vida. E parece que isto que aconteceu conseguiu estragar todo o meu final de semana. Eu comecei a sentir uma melancolia e um sentimento de incapacidade misturado à uma tristeza porque as coisas não aconteceram como eu havia sonhado, como eu queria. E fiquei me sentindo uma tremenda perdedora, sem sorte, sem bênção, sem nada. Eu estava assistindo um vídeo no youtube de uma moça contando como a vida dela parecia perfeita, contando as histórias sobre as suas viagens, seu casamento, sua profissão e todas aquelas peças se encaixando tão certinhas, e eu comecei a me questionar, onde estavam as minhas peças, por que a minha vida tem esses buracos, sabe quando você vai montar um quebra-cabeça, e bem nas partes mais importantes você não acha as peças que faltam, pois é, eu comecei  a me sentir triste assistindo ao vídeo.



Indo para a aula de yoga, refletindo através da janela do ônibus (janela de ônibus é um bom lugar para reflexão – você encosta a cabeça no vidro e fica pensando na vida – acho que muita gente faz isso – rs) eu fiquei pensando que era normal eu me sentir assim, e que estava tudo bem, eu não preciso fingir para ninguém, nem sorrir se eu não estiver a fim. Ouvindo algumas músicas, eu ia recompondo os meus sentimentos, e me permitindo me sentir só, triste, mas ao mesmo tempo abençoada porque eu consigo refletir sobre o que eu sinto.



Então, quando você estiver se sentindo triste, reflita sobre este sentimento, chore se sentir vontade, escreva sobre ele, ouça o que este sentimento quer te dizer, o que ele quer que você aprenda, é dolorido se sentir perdedor, é dolorido se sentir um nada, mas pode ser edificante, se você for capaz de refletir e aprender. É claro, que não é saudável estar triste em 100% do seu tempo, se isto estiver acontecendo é bom procurar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra e iniciar uma terapia para poder entender o que está ocorrendo. Eu me refiro aqui aos momentos tristes, que inevitavelmente nós passamos na vida, seja por algum acontecimento, seja pela falta de um acontecimento.


Sempre que você for pego por esse sentimento, permita-se senti-lo, a vida não é feita só de prazeres, é necessário também enfrentar as suas dores. Olhe para você, bem dentro, e se pergunte por que você está se sentindo tão mal? O que você pode fazer para mudar este estado?



Quando eu estou me sentindo triste, depois de sentir esse sentimento, eu ouço uma música, mas tem que ser uma música agitada, dessas que dá vontade de sair cantando e pulando, eu sempre digo que a música tem essa capacidade de alterar o estado de espírito se você permitir. Da próxima vez, quando você achar que já refletiu o bastante sobre a sua tristeza e que já é hora de se recompor, ouça uma música, ela vai te ajudar com certeza.


Eu sei que talvez não seja muito correto, e isso signifique que eu ainda não superei algo definitivamente, mas quando alguma coisa me deixa triste, eu passo a evitar ficar pensando nisso todo o tempo, eu mudo o pensamento. Eu digo para mim mesma:



“Chega de ficar pensando nisso. Já deu. Não quero mais ficar chorando e me sentindo uma loser.”


E começo a fazer outras coisas, vou conversar com alguém, ler um livro bacana, assistir vídeos de maquiagens no youtube, eu coloco uma música para levantar o astral, vou organizar meu guarda-roupa, ou vou dar uma volta, nem que for para ir ao supermercado comprar alguma coisa, e assim eu vou levando. Eu espero que você encontre uma forma de se sentir menos triste com os acontecimentos da sua vida. Só lembre-se que se sentir chateado, entristecido é normal, e você não precisa sorrir sempre. E se você perceber que sozinho não consegue se livrar da tristeza procure ajuda de um profissional capacitado, e volte a tomar as rédeas da sua vida, que é um presente que Deus te deu para a sua evolução moral e espiritual.



Se você quiser pode ouvir estas músicas para levantar o astral. Lembrando que a intenção aqui não é ficar avaliando se a música é boa ou ruim, o critério aqui é quanto mais agitada melhor, afinal a intenção é agitar o esqueleto, sacudir a tristeza e fazer com que ela vá embora, afinal ela não precisa ser nossa companheira de todas as horas.

La mia banda suona il rock - Laura Pausini


Twist and shout - Beatles - Filme Curtindo a vida adoidado


Jailhouse Rock - Elvis Presley


Bye Bye - N' Sync - essa é antigona, rs.


Livin' la vida loca - Ricky Martin - Quando eu ouço esta música me lembro do Gato de Botas do Shrek dançando, rsrs.


Nenhum comentário:

Postar um comentário