quarta-feira, 19 de abril de 2017

Eu não sou o seu lixão

Achou estranho o título do post? Então segue a leitura que você vai entender.
O lixão é o lugar que geralmente nós jogamos os nossos detritos diários produzidos em nossas residências, em nosso trabalho. O certo mesmo seria que todas as cidades possuíssem um aterro sanitário, mas isso é conversa para outra hora e outro assunto.

Hoje, eu quero falar de pessoas que nos usam como lixão. Conhece alguém assim? Já conviveu com pessoas desse tipo? Eu conheço e convivo com algumas. E a relação com elas pode ser extremamente tóxica se você não souber se defender de todo esse lixo que é jogado sobre você diariamente.

As pessoas nos utilizam como lixão, quando resolvem despejar suas amarguras, sua ignorância, seu medo, sua agressividade em cima da gente, seja com gestos ou com palavras. Algumas pessoas nos ferem gratuitamente, geralmente, porque estão com uma ferida tão grande dentro delas que acham que ferir o outro também diminui a dor. Às vezes, é difícil identificar essas pessoas, muitas vezes, ela pode ser o seu pai, o seu namorado, a sua mãe, e como conviver com essas pessoas? Como nos livrar do lixo que elas depositam sobre nós diariamente?



A resposta é “manter uma distância saudável”, se proteger com pensamentos positivos e energicamente, ir fazer outra coisa se você morar na mesma residência, mas não fique por perto absorvendo o lixo alheio. ELE NÃO É SEU!!!

O meu pai tem problemas com bebida alcoólica, e quando bebe se torna muito chato, e lança ofensas gratuitas para mim e para minha mãe, não é fácil lidar com isso, ele já é idoso, ficou desempregado e doente, portanto não é uma pessoa jovem que você tem que pedir que se retire de casa e vá viver a sua vida em outro lugar. Então, eu tive que aprender a lidar com a situação. Quando percebo que ele não está legal, eu me afasto, vou para o meu quarto ler um livro, assistir vídeos legais, estudar, porque o lixo que ele está trazendo não me pertence. Eu falo para minha mãe fazer o mesmo, mas nem sempre ela faz isso, ela fica debatendo com ele, e absorvendo toda a energia negativa e as reclamações que ele traz. Talvez, ela ache que discutir ainda impõe respeito e coisas do tipo. Então, se você se comporta assim, avalie se não está entrando na vibe do lixão porque acha que se afastar não é justo, que você tem que brigar, e depois no outro dia, a pessoa se livrou do lixo dela, mas você está sentindo o peso e o mal cheiro da energia negativa dela derrubando você. Mas, uma vez eu te digo, ESSE LIXO NÃO É SEU! VOCÊ NÃO É O LIXÃO DE NINGUÉM!



Portanto, aqui vão algumas dicas para você se proteger:

- Repito, mantenha a distância.
Se não for possível manter distância total, por ser um parente ou alguém muito próximo, afaste-se quando você notar que a pessoa está te ferindo com gestos e palavras. Vá fazer outra coisa, mas você pode pensar, “mas não é justo eu parar de fazer minha atividade por causa do outro”, bom eu particularmente acho que não é justo você sofrer de uma gastrite, de dores de cabeça e outras coisas porque ficou somatizando no lixo alheio.

- Faça uma oração
É difícil pensar assim, mas muitas dessas pessoas têm problemas emocionais graves e não percebem, ou não querem se tratar. Então, ore por elas, mande energia positiva, peça proteção para o Divino. Tente se proteger energicamente.

-Não fique debatendo com gente assim
Quando a pessoa começar a falar um monte de abobrinhas para você, e você perceber que isso está te causando mal estar, imagine que da boca dessa pessoa está saindo um monte de lixo, e diga para você mesmo: “Esse lixo não é meu, eu não preciso dele.”
Eu já percebi que quanto mais a gente debate com gente assim, pior fica a situação, sobram gritos, gente chateada pra tudo que é lado. Enfim, mantenha a saúde física e mental. Coloque uma música no celular, ouça com fone, vá caminhar, desvie a sua energia desse foco. A sua saúde agradece.

Tudo isso, não é egoísmo, é amor próprio. Quando o outro tomar consciência do mal que está te fazendo e mudar de verdade, tudo bem, se você sentir que é o melhor restabeleça o contato, senão viva a sua vida. Eu lamento te dizer, mas tem muita gente que sabe que usa a gente como lixão e não quer mudar. É triste, mas é a realidade. Não desperdice a sua vida, os seus sonhos com os detritos alheios. No seu lixo faça uma reciclagem, com o lixo do outro deixe que ele próprio decida o que fazer.


Desejo a você um ótimo feriado de Tiradentes!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário