quinta-feira, 20 de julho de 2017

Mulher Maravilha – 04 lições

Eu fui assistir ao filme “Mulher Maravilha” na semana retrasada. Enrolei, mas fui, quase um mês depois da estréia, rs. Eu gostei bastante do filme, só achei desnecessário o excesso de “slow motion” nas cenas de ação, mas de resto o filme vale muito a pena.
Depois de assistir, eu fiquei pensando em algumas coisas que me fizeram refletir um pouco. Então, será que dá para tirar alguma lição ou aprendizado de um super blockbuster? Bom, eu acho que sim, então vamos lá.

Atenção: pode conter spoilers

Siga a sua missão/propósito
A princesa Diana, a Mulher Maravilha tinha uma missão desde pequena e mesmo que sua mãe tenha tentado protegê-la desmotivando-a, ela sentia em seu coração que seu propósito era muito importante e decidiu seguir seu coração. Achei muito interessante, o diálogo de despedida entre ela e sua mãe. Que é mais ou menos assim:

Rainha Hipólita (mãe): Se você for, você pode nunca mais voltar.
Princesa Diana (Mulher Maravilha): Mas quem eu seria se eu ficasse?

Fonte: Pinterest

Esse diálogo expõe a força do propósito em seu coração. Eu vejo tanta gente que se sente perdida, não sabe qual é o seu propósito de vida. Mas, por que será que isso acontece? Geralmente, temos o fator medo associado àquilo que tende a mudar nossas vidas. Desistimos de nosso propósito porque nos deparamos com a incerteza que isso causa, aquele medo de não conseguir pagar as contas no final do mês, medo de frustrar pessoas amadas, entre outros. Mas, existe algo pior, às vezes estamos tão perdidos que se alguém perguntar “Qual é o seu propósito?” Nós não saberemos responder. O seu propósito nem sempre tem haver com algo grandioso como salvar o mundo de uma guerra, mas não deixa de ser importante. Avalie seus talentos, o que te traz felicidade, comece a se conhecer melhor. É possível fazer todas as mudanças necessárias com planejamento e equilíbrio. Não tenha medo. Por que quem será você se ficar parado onde está?

Não desmotivar
A rainha Hipólita (mãe) da Mulher Maravilha a desmotivava para protegê-la, é óbvio que é só um filme, mas quantas vezes alguém te desmotivou com medo que você sofresse, nem sempre é por mal, ou quando alguém disse que você não tinha muito jeito para uma certa atividade e você acreditou. Você foi deixando sonhos para trás. Por que você se desmotivou? Avalie as crenças que você adquiriu ao longo da vida, será que essas crenças não te desmotivam até hoje, crenças de incapacidade, insegurança, medo. Escreva os sonhos adormecidos num papel e ao lado de cada sonho os motivos que fizeram você desistir, depois avalie quais desses motivos você consegue eliminar com o que tem ou com o que você sabe hoje. Torne esse sonho real, afaste o fantasma da desmotivação. Você não precisa chutar o balde, pedir demissão do seu emprego, você pode começar aí onde você está, aos poucos, não deixe aquelas vozes internas e externas te desmotivarem. Tente outra vez.


Enfrentar as batalhas, mesmo com dor
Ao ver seu grande amor morrer diante dos seus olhos, a Mulher Maravilha chorou, mas aquela dor tornou-a mais forte. Ela continuou lutando, mesmo quando a dor parecia insuportável. Pelo menos a grande maioria de nós, enfraquece no sofrimento. Enfraquecemos quando perdemos um ente querido, aquele grande amor ou aquele emprego que parecia definir a nossa identidade.
Foi interessante, vê-la se tornar mais forte na dor. É difícil encarar as coisas por esse ponto de vista, mas não deixa de ser uma oportunidade de crescimento e evolução.

Fonte: Pinterest

Acredite, ainda existe amor no mundo
Logo no final do filme, ela percebe que a maldade habita dentro de todas as pessoas. E que em cada ser humano existe uma dualidade (bom x mal) e que muitos optam pelo mal conscientes de sua escolha. Isso deixou-a frustrada, pois ela achava que as pessoas faziam o mal por estarem sendo influenciadas. Mas, não algumas pessoas eram más somente porque queriam ser más, isso a desanimou por um instante. Mesmo com essa decepção, ela percebeu que ainda valia a pena lutar por um mundo melhor, porque sim existem pessoas más, mas existem muito mais pessoas boas. Existe muita coisa boa acontecendo no mundo, gente engajada, gente honesta, gente generosa. Por isso, quando você achar que todos no mundo são cruéis, lembre-se que ainda existe amor no mundo, só que seus olhos precisam estar atentos. Não deixe o amor passar batido por você, ele está sempre à sua volta.


Viu só! Nós conseguimos tirar 04 lições mesmo de blockbuster, se você olhar com atenção sempre há um aprendizado desde que seu coração esteja aberto. E de bônus para você que leu até o final tem mais uma lição:

Você não precisa segurar um tanque de guerra com uma mão ou quebrar madeira no abdômen para ser forte, você só precisa de uma coisa, sabe qual é?

Confiar em você mesmo!


Nunca em hipótese alguma se esqueça disso.

2 comentários:

  1. O que mais me chamou atenção no filme foi o fato de Diana ser forte e ainda sim ser feminina e ter compaixão. A pessoa não precisa perder um para ser o outro.A verdadeira força da mulher se encontra no equilíbrio.

    Beijos!
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisley!

      Com certeza!

      Obrigada pela visita. Beijo!

      Excluir