segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Autossabotagem e a aniquilação dos sonhos

Sabotar significa ato ou efeito de prejudicar. Muitas vezes quando pensamos em sabotagem visualizamos como algo exterior, que é realizado por uma outra pessoa com o principal objetivo de nos prejudicar. Mas, você já parou para pensar em algumas situações da sua vida nas quais você desistiu por medo ou dúvida ou fica procrastinando alguma coisa, e afirmando que agora não dá, depois eu tento, etc., etc.

Eu resolvi escrever sobre autossabotagem porque neste último final de semana, eu tinha tomado a decisão de ir até uma escola me matricular em um curso que há muito tempo eu tenho vontade de fazer. Desde 2013, eu tenho procrastinado em relação à este curso, em 2014 me matriculei em uma escola, e depois de alguns dias desisti do curso, então resolvi cursar primeiro a pós-graduação na minha área de trabalho atual e continuei procrastinando. Até que neste final de semana, tirei cópia dos meus documentos e fui até a escola.

Chegando na rua da escola, eu retornei, nem entrei. Comecei a colocar um monte de empecilhos. O curso é uma vez por mês, aos sábados e domingos. Eu comecei a achar o lugar estranho, fiquei com medo, a escola não fica nem 10 minutos do metrô, e eu achei longe. Resumo da obra, eu voltei para casa e não fiz a matrícula.



Eu sempre quis fazer este curso. Eu fiz as contas, e vi que iria conseguir pagar. O local é de fácil acesso, e eu desisti por quê? Nem eu mesma entendi a minha decisão quando eu cheguei em casa. Eu fechei os olhos, e perguntei para mim mesma: Por que eu estou com medo? Eu sempre quis fazer este curso, eu sempre gostei dos assuntos que serão abordados. Por que eu fiz isso?

Resposta simples, eu me autossabotei. Sabe quando você quer muito uma coisa e quando isso está prestes a acontecer você inventa uma desculpa, faz uma besteira e tenta se afastar do seu objetivo, para continuar reclamando que nada na vida dá certo. Pois é, quando tudo parece que vai fluir na direção desejada, a gente por medo muda o rumo. Eu fiz isso, porque se tudo der certo, a partir do momento em que eu finalizar este curso, a minha vida pode mudar para onde eu sempre sonhei. As coisas podem começar a dar certo, e eu realizaria um sonho. Mas eu fugi. Nós podemos fazer isso em qualquer área da vida, tanto na vida profissional, como na vida sentimental. Eu já fiz nas duas áreas, e hoje eu consigo perceber claramente todo esse movimento da autossabotagem.

Bom, eu resolvi fazer o curso. Não vou conseguir começar este ano por causa da minha desistência repentina, mas vou ir até a escola novamente e vou tentar iniciar o curso em 2017, dessa vez mais convicta e tentando novamente não cair na armadilha do ego que prefere ficar na vitimização e não agir. É importante que nós consigamos avaliar as armadilhas que nos prendem e não nos deixam realizar os nossos sonhos. Só que para isso é necessário que sejamos francos e verdadeiros com nós mesmos.

É obvio que lá no âmago da minha alma, eu tenho medo de fazer este curso e as coisas darem certo, mas também tenho medo de tudo dar errado, e eu não conseguir progredir - detalhe: há uma crença limitante aqui relacionada com prosperidade (clique aqui para ler o post sobre crenças limitantes).

Mas, como podemos nos livrar da autossabotagem?

Seja franco consigo mesmo. Se pergunte por que você quer desistir? Existe algum sentimento negativo por trás dessa decisão? O que é medo, tristeza, angústia? Qual é o seu medo? Tudo isso é real?
Depois tente identificar as crenças limitantes que estão fazendo com que você oscile na realização dos seus sonhos. Sempre vai ter algo embutido, tem um padrão de pensamento concretizado que faz com que você pense que não é possível, ou que alguma coisa vai dar errado.


Você pode fazer tudo isso mentalmente, ou se quiser pode escrever em uma caderneta. Depois de identificar o porque de você estar se autossabotando, comece a criar coragem e pensar positivo, troque a frequência dos pensamentos. Tente ver o lado bom. Mesmo que tudo não saia como você planejou, foque no que você pode aprender.

Eu espero que você pare de sabotar os seus sonhos, e eu espero parar de sabotar os meus. Eu desejo para você que leu este texto, uma semana abençoada e cheia de luz.


Lembre-se, a coragem não é a ausência do medo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário