quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

A força da gratidão

Se você tem interesse em assuntos que falam sobre autoconhecimento, qualidade de vida, entre outros, já deve ter ouvido falar sobre gratidão. É muito comum, as pessoas falarem sobre ser grato, agradecer as bênçãos diárias, entre outros. Mas, você já parou para pensar em quantas pessoas vivem no modo automático e só sabem reclamar? Elas nunca param para olhar as coisas boas e bênçãos que elas têm na vida.

A nossa sociedade é muito focada no consumismo, portanto, consegue colocar em nossas mentes que nunca seremos felizes porque sempre estará faltando algo, que pode ser algo material, como um carro, um celular, uma casa, ou pode ser a falta de alguém, um parceiro. E todas essas informações vão passando a mensagem que há algo faltando, e que você não tem o que agradecer, afinal, não conquistou todos os seus objetivos.

E quando vamos orar, focamos no que não temos, só sabemos pedir. Pedimos para Deus, Universo, Jeová, não importa o nome que você use. Pedimos, pedimos, choramos e nos entristecemos por não ter, nosso foco está na falta. E se agora, você fizesse o caminho contrário. Ao invés de só pedir, começasse a enumerar as coisas boas que você tem na vida. Pode ser a água que você bebe, o alimento que você come, o sapato que você calça, o batom que te deixa mais bonita, pode ser o dinheiro para pagar aquela conta, pode ser sua casa com quintal espaçoso, pode ser a oportunidade de ter estudado, pode ser tanta coisa, é só você começar a olhar para o lado, mesmo quando tudo parece ruim, ainda ali, naquele momento há algo para ser grato.


Ser grato, muda o nosso estado de espírito. Coisas que não enxergávamos pela simples correria da vida, passam a ter um valor inestimável. Depois que eu li o livro “A magia” da Rhonda Byrne, eu passei a ser grata por tanta coisa, que eu até tenho vergonha de ter sido tão reclamona nos últimos anos. Eu senti algumas mudanças em mim, no meu jeito de olhar para a vida, e também no foco para alcançar os meus objetivos. 

Por isso, eu gostaria de te convidar a começar um exercício de gratidão no dia de hoje. É bem fácil, e qualquer pessoa pode fazer, é o seguinte:

Você vai precisar de um caderno e de uma caneta. Neste caderno você vai escrever 5 coisas pelas quais você é grato. Pode seguir esse exemplo, se quiser:

“Eu agradeço de coração pela água potável que tenho acesso, porque com ela posso tomar banho, cuidar da minha higiene pessoal, cozinhar e beber. Obrigado(a), obrigado(a), obrigado(a).”

“Eu agradeço de coração pelo meu trabalho atual, porque ele me possibilita levar uma vida digna, de qualidade, pagar as minhas contas, comprar coisas que eu gosto, me divertir. Obrigado(a), obrigado(a), obrigado(a)."

Você pode escolher qualquer coisa, bens materiais, saúde, natureza, finanças, trabalho, relacionamentos, entre outros, para iniciar o seu exercício.
Escreva as 5 coisas pela manhã ou à noite, e leia em voz alta.


Com o tempo, você vai pegando gosto por essa atividade, e logo irá perceber que coisas boas irão chegar em sua vida, que aqueles nós irão desatar, porque agora você está vibrando na gratidão e não na reclamação. Quando algo ruim acontecer, o seu olhar será diferenciado, e você não irá mais se apegar ao sofrimento, porque você mudou a vibração. Afinal como dizem os budistas: “A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.”

Eu espero que você tenha gostado da dica de hoje, e inicie a sua prática com o caderno da gratidão. Mudanças boas estão por vir. Acredite!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário