sexta-feira, 27 de julho de 2018

Ansiedade e busca por aprovação

Você quer aprovação dos outros?
Por que você tem essa necessidade?
Já parou para pensar?
Você sabia que esse fator pode influenciar muito no desenvolvimento de ansiedade, ou ainda, fazê-la piorar?

Eu estava analisando a primeira vez que sofri uma crise de ansiedade há alguns anos atrás. Ao tentar reviver a situação que ocasionou todos os sintomas que senti naquele momento, tontura, enjoo, tremedeira, entre outros, me lembrei que neste dia, eu estava muito preocupada em ser aprovada. Não confiava em mim mesma, na minha capacidade, e não tinha segurança em nenhum aspecto. O que acontece quando você não se aprova e busca a aprovação dos outros? Sim, você se perde. Corre o risco de esquecer de si mesmo. Corre o risco de viver ansioso porque não confia no fluxo da vida, e não acredita que o que tiver que ser será.


Então, vamos lá, você precisa anotar algumas questões no seu caderno do autoconhecimento, rsrs. Está pronto? Responda as seguintes perguntas:

- Você se aprova?
- Você precisa da opinião dos outros em absolutamente tudo?
- Você consegue tomar uma decisão ouvindo somente a sua intuição?
- Você reflete sobre as decisões que quer tomar? Não por medo, mas considerando os aspectos negativos e positivos das mesmas com consciência?
- Você acredita que você é a pessoa mais importante da sua vida?

Bom, analise suas respostas. O que você encontrou de autoconfiança e segurança nelas? As suas respostas se forem sinceras irão te ajudar a guiar a sua vida de uma forma mais consistente. Tente entender que a aprovação dos outros é muito superficial, porque no geral, elas irão refletir as crenças exclusivas de cada um, e aquilo que o outro acredita que é  melhor para ele, não necessariamente será melhor para você. Imagine a vida como uma dança, e você tentando arriscar passos sozinho, opa, você vai errar alguns, mas também vai acertar outros. E saber que os erros e acertos andam juntos faz parte de ter segurança em si mesmo e se aprovar.

Se você for uma pessoa que sofre com ansiedade, analise em que ponto da sua vida você está buscando por aprovação? No trabalho? No relacionamento? Na família? Nas amizades? Se você busca por aprovação constantemente pode ser que esteja tentando se encaixar em um molde que não é seu. Não vai, não encaixa. Se você soubesse como a sensação de estar em paz consigo mesmo é boa, você jogaria fora estes moldes que não cabem você. Não estou dizendo que você deve estacionar na vida, não é isso, mudar faz parte, mas quando é para a gente, é muito mais legal e produtivo.


Te convido a analisar as situações em que você sofre de ansiedade. Pare e olhe com calma. Será que você não está querendo que os outros te aprovem? Necessidade de ser igual? De viver tudo ao mesmo tempo e no tempo dos outros? Lembre-se, cada pessoa tem seu tempo. Calma, respira, e como diz a música, entra na roda e ginga. Deixa fluir que essa ansiedade vai se desfazendo.

Floral de Bach indicado para ansiedade: Agrimony.

Sugestão de música: Ginga - Iza

Vamos lá, confiança!
"Fé na sua mandinga, na roda e ginga..."




segunda-feira, 23 de julho de 2018

Deixe ir...


Eu gosto de vez em quando de assistir desenhos antigos no Youtube, Doug Funnie, Carmen Sandiego, She-ra, ThunderCats, Caverna do Dragão, e por aí vai, pois eu gosto de relembrar de alguns desenhos que marcaram a minha infância.


Esses dias, eu me lembrei de um episódio do desenho Pica-pau, onde o mesmo, em uma visita às Cataratas do Niágara decidiu que iria descê-las em um barril. Este é um dos meus episódios favoritos, e assistindo novamente, acabei pensando no esforço do segurança em impedir que o Pica-pau fizesse a descida.



Se você já assistiu o desenho, deve ter visto, que todas as vezes que o segurança tenta impedir o Pica-pau quem acaba se dando mal é ele. Pois, ele acaba descendo as Cataratas inúmeras vezes e de forma cômica. O que é interessante observar neste movimento?




Você já viveu alguma situação em que você se esforçou demais para impedir alguma coisa, e mesmo assim, ela acabou acontecendo? Você agiu como o segurança do desenho, fez um baita esforço, e acabou se machucando demais, porque tentou a todo custo impedir o barril de rolar as cataratas, mas no fim ele rolou e ainda passou por cima de você, rs. Observe o movimento, quando você constatar que não consegue impedir, segurar, deixe ir. Algumas vezes, nós nos comportamos como o guarda do desenho, tentamos a todo custo impedir que algo aconteça e no final quem se fere demais somos nós. É tudo uma questão de percepção. Se você estiver fazendo muito esforço, se as suas mãos estão feridas porque você não consegue soltar a corda que te prende a alguém ou alguma situação, pare e observe, será que você não está apegado? Será que você não está sendo como o segurança do desenho e se jogando Cataratas abaixo porque não conseguiu se perceber e perceber o outro?


Não estou dizendo que você não tenha que tentar entender os motivos das coisas não estarem acontecendo como você queria, você tem todo o direito de tentar entender, mas depois disso, é preciso pegar a responsabilidade de sua felicidade para você, e deixar o barril ir embora. Ah, mas nesse barril estão meus sonhos, eu investi demais nesse barril. Eu sei, mas ele quer rolar, e aí, o que você pode fazer em relação a isso? Vai tentar impedir se jogando junto Cataratas abaixo? Tente sempre, mas perceba-se em cada uma dessas tentativas, sinta o movimento, e se não conseguir segurar, deixe ir. Aproveite e medite sempre para conseguir desenvolver a percepção.


Desapego – Osho em O Livro dos Segredos
    
"Todas as nossas misérias e sofrimentos não são nada mais do que apego.
Toda a nossa ignorância e escuridão é uma estranha combinação 

de mil e um apegos.

Nós estamos apegados a coisas que serão levadas no momento da morte, 

ou mesmo, talvez, antes.


Você pode estar muito apegado a dinheiro, 

mas você pode ir à bancarrota amanhã.

Você pode estar muito apegado a seu poder e posição, 

mas eles são como bolhas de sabão.

Hoje eles estão aqui; amanhã eles não deixarão nem um traço. (...)



Todas as nossas posições, todos os nossos poderes, nosso dinheiro, nosso prestígio, respeitabilidade são todos bolhas de sabão.

Não fique apegado a bolhas de sabão; senão, você estará em contínua miséria e agonia.(...)


Compreender que a vida é feita da mesma matéria que os sonhos é a essência do caminho.

Desapegue-se: viva no mundo, mas não seja do mundo. Viva no mundo, mas não permita que o mundo viva dentro de você. Lembre-se que ele é um belo sonho, porque tudo está mudando e desaparecendo.



Não se agarre a nada. 


Agarrar-se é a causa de sermos inconscientes.

Se você começar a se desprender, uma tremenda liberação de energia acontecerá dentro de você.



A energia que estava envolvida no apego às coisas trará um novo amanhecer ao seu ser, uma nova luz, uma nova compreensão, um tremendo descarregar - nenhuma possibilidade para a miséria, a agonia, a angústia.


Ao contrário, quando todas essas coisas desaparecem, você se encontra sereno, calmo e tranquilo, numa alegria sutil. Haverá um riso no seu ser.


Se você se tornar desapegado, você será capaz de ver como as pessoas estão apegadas a coisas triviais, e quanto elas estão sofrendo por isso.

E você rirá de si mesmo, porque você também estava no mesmo barco antes. 



O desapego é certamente a essência do caminho".

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Energia baixa? O que fazer?


Atualmente, eu consigo perceber facilmente quando estou com a energia baixa. Quando percebo que estou irritada sem motivo, reclamando demais, bufando o tempo todo, rsrs, é porque de alguma forma perdi energia, e me deixei contagiar por alguém em baixa, ou por alguma notícia, ou até algo que assisti que mexeu negativamente comigo. Em geral, quando me sinto assim, eu me questiono com algumas perguntas que podem me ajudar a entender o que causou isso, e tomo algumas atitudes para mudar essa vibração. Primeiramente, eu me pergunto:



-Por que eu estou tão irritada?

-O que aconteceu nas últimas horas que pode ter mudado minha vibração?



Com as respostas em mente, eu consigo tomar algumas atitudes para mudar este estado. Mas, o que eu faço?





Florais de Bach

Quando eu estou me sentindo irritada sem motivo, eu tomo o floral Rescue Remedy. Eu coloco 4 gotas na minha garrafinha de água, e vou tomando durante o dia. Eu percebo que ajuda bastante. Também costumo preparar um spray de ambiente. Neste spray, eu coloco 4 gotas do Floral Rescue Remedy, 4 gotas do floral Walnut e de 10 a 15 gotas de óleo essencial de lavanda, depois aplico no ambiente em que estou para ajudar a limpar energeticamente o local. Aos poucos, a energia do ambiente vai melhorando e tudo vai se tornando mais leve.



Assistir ou ler coisas positivas e interessantes

Eu percebi que algumas coisas que assisto, às vezes, me deixam para baixo. Quando percebo isso, eu troco de programa e paro de assistir. Mas, também percebi que assistir vídeos de algumas pessoas que falam de autoconhecimento no Youtube, ou documentários interessantes melhoram a minha energia de um jeito tão espetacular, que algumas vezes, paro um pouco para assistir essas pessoas falando sobre temas do meu interesse, assim, me conecto com a vibração positiva delas e com a energia boa, e automaticamente me sinto melhor. Quando, você se sentir mal, é interessante procurar assistir ou ler materiais que falam de coisas positivas, assim você se conecta com a energia boa que foi empregada na fabricação daquele material. Para mim, isso funciona muito bem.




Feche os olhos e respire

Quando você perceber que você está um caos, pare, feche os olhos e respire fundo pelo diafragma por pelo menos 5 minutos. Respirar fundo ajuda a clarear a mente. Assim, você consegue se perceber e sai do piloto automático, ao se perceber, você entra em contato com a sua própria energia e consegue identificar o que veio de fora.



Tente lembrar de coisas boas

Em geral, quando ficamos irritados e reclamando de tudo é porque a nossa mente está muito focada em algo negativo. Portanto, tente o caminho inverso, tente lembrar de coisas boas, que podem ser relacionadas à coisas referentes à essa situação que agora é desagradável, ou qualquer coisa, que já te aconteceu que foi muito bom e que você é grato por isso. Ao lembrar de algo positivo, a vibração muda muito rápido, é uma escolha que você pode fazer a qualquer momento.



Ouça músicas que mudam a frequência

Tem um canal no Youtube chamado “Clube da Meditação Para Pensamentos Poderosos”, neste canal eles disponibilizam músicas com frequências capazes de alterar o estado emocional. Eu gosto muito de ouvi-las à noite, quando estou agradecendo por coisas importantes para mim, e costumo colocar algumas músicas para meditar. Se você estiver se sentindo com a energia baixa, tente ouvir algumas dessas músicas e observe como você se sente após ouvi-las, em geral, nossa energia muda para melhor.



Eu encontrei esses dias, este mantra de agradecimento, ao ouvir eu me senti tão bem. Achei lindo, e por isso resolvi compartilhar contigo. Eu costumo ouvir quando estou escrevendo no meu caderno da gratidão, e depois de meditar, fico ouvindo por alguns minutos. É maravilhoso!

 

Eu espero que essas dicas possam ser úteis para você, como são para mim. Depois me conta, se você conseguiu praticar alguma delas e se foi interessante para você.


Sorte!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

10 dicas de hobbies para você escolher


Eu acho bem legal ter um hobby. Ter uma atividade que te encanta, com a qual você ocupa e movimenta sua vida. Pense comigo, se você tem um hobby, você já pensou nas histórias interessantes que ele carrega? Nos cursos que você já fez por causa desse hobby, das pessoas maravilhosas que conheceu com afinidades com você por causa dele? Ter um hobby ajuda a eliminar o stress diário, entre outras coisas positivas. Se você não tem nenhum hobby e quer começar, eu fiz uma lista de 10  atividades que qualquer pessoa pode praticar, dos 10 que listei, quatro eu pratico, e amo, e acredito que minha vida se tornou mais inspiradora e criativa para mim, depois que os coloquei na minha rotina.



1-Tocar um instrumento musical

Esse é um dos meus hobbies, esse ano eu voltei para as aulas de violão. Aprender a tocar um instrumento musical é muito gostoso. Você se concentra, se conecta com a música, o tempo passa super rápido. Além do mais, aprender a tocar um instrumento musical te ajuda a relaxar e a focar no momento presente. Tente tocar um instrumento pensando em outra coisa, pelo menos no meu caso dá tudo errado. Quando eu estou tentando aprender uma música, a minha mente fica totalmente concentrada na canção, o que ajuda a viver no presente. Escolha um instrumento musical que te agrade, ouça seu coração para ver se essa atividade ressoa com você, se sim, vá em frente.



2-Escrever

Mais um hobby que amo. Eu adoro escrever, seja aqui no blog, seja nos meus cadernos. Eu escrevo quando estou feliz e quando estou triste. Escrevo para desenvolver uma ideia, uma experiência. Escrever ajuda na conexão da alma com os sentimentos. Ao escrever, é como se você saísse um pouco fora de si mesmo, e colocasse no papel um pouco de você. Já existe um trabalho realizado com a escrita denominado “Escrita Terapêutica”, onde você escreve o que vier na sua cabeça. Eu vou deixar aqui (clique aqui) um site que acho bem legal, e que explica detalhadamente o que é e como praticar a escrita terapêutica. Portanto, que tal começar a escrever.





3-Fotografar

Saia por aí para fotografar, vá treinando o seu olhar para aquilo que chama a sua atenção, para aquilo que você considera belo. Você sabia que assim como a escrita, a fotografia também pode ser usada como recurso terapêutico. Nas minhas pesquisas para este post, descobri que um fotógrafo chamado Yuri Bittar percebeu depois que começou a dar aulas de fotografia que essa atividade tinha um impacto positivo na qualidade de vida das pessoas. Então, fotografar não é uma terapia oficialmente, mas tem efeito muito positivo. Ficou curioso? Vou deixar para você o site onde encontrei essas informações e também o site do fotógrafo Yuri Bittar, onde você pode encontrar mais informações. Se você sente afinidade com esta proposta, visite os sites, quem sabe você não se apaixona e torna isso o seu hobby.




4-Meditação e yoga

Outro hobby que cultivo, rsrs. Eu pratico yoga há 4 anos e meditação há mais ou menos 1 ano e meio. Praticar essas atividades teve um impacto muito positivo na minha vida. A prática, tanto da meditação como da yoga, ajuda a ampliar os horizontes. Você se torna uma pessoa menos ansiosa, menos reativa, consegue avaliar melhor o seu comportamento diante das situações. Eu recomendo muito, porque a vida muda para melhor. Se você não tem dinheiro neste momento para investir em cursos, é só recorrer às informações gratuitas disponibilizadas no Youtube. Lá você irá encontrar vídeos ensinando a meditar, meditações guiadas, aulas de yoga gratuitas para iniciantes. É só você querer, que um mundo de possibilidades irá se abrir para você. 



5-Desenho e pintura

Esse é um hobby que não pratico, mas já pensei em adotá-lo em minha vida, só não sei onde vou colocar tanta atividade, rsrs. Neste momento, apesar de achar a arte do desenho e da pintura uma coisa linda, resolvi abrir mão, pelo menos por enquanto. Mas, se você tem um tempinho disponível que tal tentar aprender a desenhar e pintar quadros. Desenhar e pintar também são formas de terapia, uma vez que ajudam no foco e concentração, ajudam a diminuir o stress e a liberar a criatividade. Aqui eu estou dando exemplo de um hobby, mas atualmente existe uma prática da psicologia denominada “Arteterapia” que nada mais é do que a prática de atividades artísticas com fins terapêuticos, que é algo mais profundo e estruturado.



“A arteterapia tem como objetivo avivar  a mais profunda expressão do ser humano: o seu potencial criativo. É o ato de criar que nos torna divinos.” Fabiana Geraldi



Para saber um pouquinho mais sobre Arteterapia, assista o vídeo abaixo:



6-Cultivar uma horta

Já pensou em começar uma horta? Saiba que é uma atividade muito prazerosa. Eu gosto muito de ervas medicinais e temperos. Eu cultivo hortelã, alecrim, manjericão, poejo, entre outros. Como eu gosto de fazer meus próprios cosméticos, como sabonetes, por exemplo, cultivar as ervas medicinais que eu uso na fabricação de algumas coisas para mim se tornou mais fácil. Você pode tentar temperos, como salsa, orégano, e ir usando nos alimentos, o que você mesmo planta. É tão legal. É tão bom ver a plantinha se adaptando e crescendo, ficando bonita, enche a gente de satisfação. Vou aproveitar e deixar uma receita de sal de ervas bem bacana que você pode fazer com os temperos que plantar.



7-Dançar

A dança é uma das atividades físicas mais completas que existem. Dependendo do tipo de dança, você poderá trabalhar a sua capacidade aeróbica e também grupos musculares diversos, ajudando também na perda de peso e melhorando a autoestima. Olha que coisa boa. Procure nas academias e escolas de dança da sua cidade, a modalidade que mais te atrai, e inclua este hábito saudável em sua vida. Está sem dinheiro? Ou está economizando? Então, use a internet, no Youtube tem diversas aulas de dança. Tem um canal chamado “Exercício em Casa” que eu gosto bastante, assista uma aula deles, e mexa-se.







8-Praticar um esporte

Já pensou em praticar um esporte? Pode ser aos finais de semana, se você não tiver tempo, já pensou em quanta coisa legal você pode fazer, corrida, bike, natação, basquete, vôlei, futebol. Existe uma infinidade de atividades, é só procurar aquele que tem mais a ver com sua personalidade. A sua saúde física e mental agradecem.



9-Sinuca

Eu não sei jogar sinuca, não faço a menor ideia de como funciona, mas percebo aqui no trabalho que o povo adora. Na hora do almoço, o pessoal joga, socializa, fala palavrão, rsrs, mas enfim, se entendem. Existe inclusive, campeonato de sinuca, e informo para você que apesar dos homens dominarem a mesa, as mulheres estão ocupando o seu espaço, e muitas já participam de campeonatos. Se você gosta, se informe como pode aprender, e quem sabe tornar a sinuca uma atividade da sua vida.
 





10-Cozinhar

Você gosta de cozinhar? Então que tal, aprender novas receitas, incrementar o cardápio com novas e surpreendentes preparações. Cozinhar pode ser também uma terapia, pois experimente cozinhar nutrindo sentimentos negativos, com pressa ou ansioso, a comida fica um horror. Então, se concentrar, manter bons sentimentos, selecionar alimentos, ir ao supermercado pode ser muito proveitoso se você gosta de cozinhar. Você pode inclusive, se levar jeito, criar um canal no Youtube ou uma conta no Instagram para divulgar suas receitas, já pensou nisso? Se você gosta de cozinhar, tente sair do básico e inove tornando isso um hobby para você.



Bom, te passei hoje 10 dicas, espero de coração que você possa aproveitar pelo menos uma delas.