sexta-feira, 26 de maio de 2017

A decepção te liberta?

Você já se decepcionou?
Certamente sim, nessa longa estrada da vida, não há como viver e não se decepcionar. Uma das coisas que aprendi é que a decepção não é algo ruim, a percepção da decepção tem muito haver com a maneira que você encara a situação. Só vai se decepcionar quem aceitar a missão de viver plenamente, porque se você tem medo de se decepcionar, você não vive amigo, lamento te informar, mas você está vivendo como um zumbi, no melhor estilo “Guerra Mundial Z.”

Portanto, a vida só poderá ser vivida plenamente se você perder o medo de se decepcionar. Eu percebi depois de sofrer longos anos com medo da decepção, que na verdade decepcionar-se implica em libertar-se, sim, quando você se decepciona com alguém ou com alguma coisa (geralmente é alguém, hahaha) você se liberta, você cai em si e sai do circulo vicioso que esta relação se transformou.


Mas, você pode ler estas palavras e pensar:

“Eu não aguento mais sofrer, não quero me decepcionar novamente.”

Ninguém quer sofrer, ninguém quer se decepcionar, mas vida e sofrimento andam lado a lado. Tem um ditado que diz “A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.” Diante de tantas coisas que aconteceram e acontecem na minha vida, eu tenho percebido que isso é realmente verdade. Você sempre terá uma escolha, e você será responsável por ela.

Quando você tem medo de se decepcionar, você não é livre porque você não é você mesmo, você encena um papel, você tem medo de revelar suas dores e seus medos, porque isto te fragiliza e te deixa muito vulnerável a uma  nova decepção. Você coloca uma máscara, e quando usamos máscaras criamos um teatro que definitivamente não podemos chamar de vida, Certo? É claro que quando você aceita que a decepção faz parte da vida, você irá sofrer, chorar, achar que está macumbado, rsrs. Eu já ouvi esta frase mil vezes e já disse também, hahaha.

“Nossa, quanta decepção, nada dá certo, acho que estou macumbado.”



Mas, quando você tira este monte de pensamento insignificante da cabeça, confia em Deus, confia no potencial que Deus te deu, o que você vê?

Você vê alguém que se libertou, alguém que deu o próximo passo rumo ao crescimento, alguém que se decepcionou, mas continua em pé, alguém que sangrou, mas cicatrizou. É ou não é?

Portanto, da próxima vez que você se decepcionar, não encare este fato como o fim do mundo, não caia na maldição da comparação, não se sinta inferior, sinta-se em liberdade. Você foi liberto de uma situação que te oprimia, sabe por que eu afirmo que esta situação te oprimia? Por que quando alguém vai nos decepcionar, o comportamento dessa pessoa já mostrava de antemão que isso aconteceria, mais cedo ou mais tarde, você só não quis perceber. E tá tudo certo, todo mundo já fez isso alguma vez na vida, preferir fechar os olhos diante do óbvio e viver o autoengano, mais normal do que parece, muito comum no meio em que vivemos, e isso não é defeito, é do ser humano, nós queremos ser amados, mesmo que esse amor seja de um jeito torto.



Da próxima vez, que você se decepcionar, repita para você mesmo:

“Ok, eu me decepcionei, talvez eu tenha falhado em enxergar o que era óbvio. Talvez a doçura da ilusão tenha me cegado, mas hoje, eu posso ver onde falhei, posso visualizar onde quero chegar, me permito sonhar e acreditar que novos dias virão. Me sinto feliz por ter percebido o meu engano, e agora me sinto apto a corrigir a minha visão e expectativas sobre o fato. Agora eu sinto decepção, mas junto dela também sinto a libertação.”

É isso, corrigir o olhar sobre a situação ajuda a enfrentar os desafios diários com mais serenidade. Confie mais em você. Mantenha-se mais positivo. Não se deixe abater excessivamente pelas expectativas que você mesmo criou.

Recadinho: Se você quiser fazer terapia floral online (Florais de Bach), eu atendo por e-mail, é só enviar uma mensagem para angelicadiniz9@gmail.com, e eu te explico como os florais de Bach podem auxiliar a sua caminhada.


Um grande abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário