quinta-feira, 8 de junho de 2017

Pare agora, seu juiz...

Eu estava pensando em um título para este post e lembrei dessa música, mas brincadeiras à parte, eu gostaria de te convidar para parar um pouco. Pode ser agora, se for possível para você, mas pode ser depois, quando você estiver mais tranquilo(a).
Uma das coisas que tenho praticado diariamente é fazer pequenas pausas durante o dia. No trabalho quando começo a sentir os olhos cansados, os ombros pesados, eu levanto da minha cadeira e vou olhar um pouquinho para fora. Eu tenho que agradecer porque a região onde eu trabalho é rica em fauna e flora e durante as pausas que faço, algumas vezes sou agraciada vendo um sagui, esquilos e até tucanos. Mas, mesmo que você não tenha essa possibilidade de contemplar a natureza muito de perto, pare para olhar o céu pela janela, as nuvens ou a chuva que cai.

Pausas são importantes para que possamos equilibrar novamente as nossas energias. Elas funcionam como um revigoramento para que nós possamos continuar. Você só precisará de alguns minutos. Lembre-se de respirar. No dia a dia, a nossa respiração tornou-se tão automática que nós nem percebemos mais a dádiva que é respirar. Respire, longa e vagarosamente. Esqueça os problemas, só por um minuto, imagine toda a imensidão do planeta em que você vive. Imagine as pessoas, os animais, as flores, os oceanos, rios. Há tanta coisa além de você, há tanta coisa além das suas preocupações, há tanta coisa além da sua correria diária. Há uma imensidão infinita que você só percebe quando para um pouco para contemplar no silêncio do seu coração.



Tente ouvir além do que seus ouvidos são capazes de captar. Risos mais distantes, um canto de um pássaro solitário em meio aos prédios, sempre tem quem não desiste de cantar, mesmo no meio do concreto, mesmo no meio do barulho, os pássaros não desistem, eles ainda voam, e seu canto é um hino ao silêncio. Silêncio divino que mora dentro de nós.

Portanto, sempre que você sentir o peso das atividades e responsabilidades diárias, se permita parar um pouco, parar para refletir, parar para descansar, parar para respirar. Parar também é um carinho que você dá para o seu corpo, mente e espírito. O parar permite que você se reconecte com a sua essência, parar um pouco faz com que você não se perca num caminho de inúmeras possibilidades, parar faz com que você escolha direito, parar faz você ouvir a resposta certa. É saudável parar e respirar.

Vamos fazer pausas durante o dia? Pode ser 1 minuto. Levante da cadeira, respire! Caminhe um pouco, o seu corpo precisa de movimento. Respirar clareia as ideias. Então...


Pare um pouquinho, para entrar novamente no compasso, rsrs, ah mas é no compasso do seu coração, no compasso da sua essência, no compasso da sua verdade.



Um abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário