terça-feira, 22 de maio de 2018

Meditação e desafios


Este texto, eu escrevi num dia muito ruim no trabalho. Um dia no qual, eu fiquei nervosa, com raiva, com o ego abalado. Mesmo sabendo, que de certa forma, eu estava correta em questionar o trabalho realizado, eu me senti mal. Eu me senti mal, porque me questionei sobre a minha capacidade de manter a calma, e questionar sem perder a paciência. E tudo isso, porque lá no fundo, eu acredito que as pessoas estão sempre me julgando porque pratico yoga, meditação e tenho um blog onde escrevo sobre autoconhecimento. Porque na grande maioria das vezes, eu penso que não devo mais me estressar ou sentir raiva. Na verdade, eu coloco a minha percepção na mente dos outros, ou seja, transfiro a minha crença para os outros, e passo a inferir o que eles estão pensando. Foi quando comecei a compreender o desafio.





Na hora do acontecimento, eu fiquei com muita raiva e absorvi a raiva. Depois, tentei resolver o problema conversando com outra pessoa, já mais calma, e tentando não ir pela linha de raciocínio do ego, que todo o momento me colocava para baixo, fazendo eu me sentir péssima por ter reagido e por estar sentindo uma sensação de inferioridade.



Achei esse vídeo bem interessante sobre as cobranças que nos fazemos e que os outros nos fazem porque estamos praticando yoga e meditação.



Então, vou ser sincera com você leitor. Você não vai se tornar mais bonzinho ao começar a meditar, praticar yoga e se conhecer melhor, você não vai nunca mais sentir raiva. Tudo isso, irá acontecer normalmente. O que talvez irá mudar, é a sua capacidade de raciocinar em cima do fato. O que vai mudar, é aquele breve instante, no calor da emoção, onde você vai decidir respirar. O que vai mudar, é o seu olhar. Por isso, que chamei este post de “Meditação e Desafios...”, porque são esses desafios que nos fazem refletir. São esses desafios que nos mostram onde e como melhorar de certa forma. Desafios, que nos colocam de frente com aquilo que precisa ser trabalhado. Desafios que nos convidam a mudar a postura. Desafios que nos convidam à reflexão. Desafios que nos convidam a mais meditação. Como diz a minha terapeuta floral: "Nós somos humanos." E esses desafios também aparecem para nos lembrar disso.



Desafios, que nos mostram que o que o outro faz conosco é na verdade, uma projeção da própria consciência da pessoa, e nem sempre é contra a gente. Desafios, que nos ensinam que algumas vezes, precisamos dizer claramente o que nos incomoda seja numa relação pessoal ou de trabalho, pois empurrar a sujeira para debaixo do tapete, pode fazer bombas explodirem fora de hora, porque você simplesmente não comunicou algo anteriormente e resolveu expor no momento inoportuno.






Meditar, na verdade te traz uma capacidade de reflexão sobre os desafios que se apresentam. É como se você ainda precisasse aprender algo, e para isso, talvez precise vivenciar certa experiência para que das próximas vezes, possa refletir com mais inteligência. A meditação te faz olhar para a situação como um aprendizado, inclusive para si mesmo, quando você percebe que também falhou por reagir de determinada forma.



O mais importante quando você se deparar com um desafio que te desestabiliza não é perguntar: “O que eles esperam de mim?” e sim perguntar “O que eu espero de mim?”



Com essa resposta em mente, você decide melhor como lidar com os desafios. Porque o foco agora é você. Desafios irão nos rodear todo o tempo, principalmente se o Universo achar que você ainda precisa melhorar. Desafios serão lançados na sua vida, te incomodarão, te farão questionar se você está indo pelo caminho certo, te forçarão a se perguntar quem é você mesmo dentro disso tudo.

Vou te contar um segredo, apesar de você se sentir triste quando derrapar nos desafios da vida, uma vozinha interna falará com você, carinhosamente pedindo para você respirar, parar, refletir. Uma vozinha interna, dirá para você: “Calma, é só seu ego que está abalado, ele só quer se auto afirmar. Você não é o ego, você está nele, mas não é ele. Não há porque se sentir mal.”



Essa vozinha, pelo menos para mim, só veio com a prática de meditação e autoconhecimento. Mas, eu sou falha, e os desafios estão aí, para nos mostrar onde ainda devemos melhorar.


Me conta, qual é o seu desafio hoje?

Nenhum comentário:

Postar um comentário