segunda-feira, 4 de junho de 2018

O fabuloso destino de Amélie Poulan - o que eu aprendi

Eu aproveitei esse final de semana para assistir alguns filmes que estava devendo para mim mesma. Comecei com um blockbuster, e depois fiquei deslizando a opção de filmes disponíveis. Então, esse incrível filme de 2001 me chamou atenção, "O fabuloso destino de Amélie Poulan", confesso que ao terminar o filme me perguntei: "Nossa, por que demorei tanto para assistir esse filme?"


A resposta que veio à minha mente foi a seguinte: "Porque você precisava assisti-lo agora." E realmente, acredito que nessa vida sempre vai ter o momento perfeito. Que não é perfeito porque tem uma beleza inalcançável ou todos os pontos estão conectados perfeitamente. O momento perfeito é aquele que seu coração está em paz. 

Talvez, você já tenha assistido esse filme, ou talvez ler esse texto vai te fazer ter a curiosidade de assisti-lo pela primeira vez, e eu te encorajo a fazer isso. O filme nos dá algumas lições para levar para a vida. Para entender que muitas coisas para saírem da nossa imaginação precisam de certa ação da nossa parte, e que o medo e a covardia que temos ao tentar evitar o sofrimento pode fazer com que não vivamos experiências maravilhosas. 


Talvez, agora você seja uma pessoa meio Amélie Poulan, que tem boas intenções com todos, que ajuda pessoas a sorrir, que tem uma sensibilidade ímpar. Que de um jeito carinhoso ajuda as pessoas a se encontrarem, mas talvez como a Amélie, você tenha medo de dar um jeito na própria vida. Talvez, como a própria Amélie você precise de uma máscara para olhar para os olhos do seu grande amor, porque talvez você tenha medo de que ele descubra quem você é, porque você ainda não percebeu o quanto você é espetacular do seu jeito. Talvez, como a Amélie você tenha medo de se frustrar, de correr riscos, por isso, diz não para as boas oportunidades quando elas aparecem.


Uma das lições que mais me chamou atenção tem a ver com o final do filme, eu não vou te contar porque seria péssimo da minha parte fazer isso, mas vou transcrever aqui a mensagem dita, que me fez refletir sobre esse medo que a grande maioria de nós tem de se frustrar:

"Minha querida Amélie você não tem ossos de vidro, pode suportar os baques da vida. Se você deixar passar essa chance, ai com o tempo seu coração vai ficar muito, muito seco e quebradiço como o meu esqueleto. Agora vamos lá, sem hesitar."

Hesitamos por medo de sofrer. Mas decepção e a frustração por mais doloridas que possam parecer, nos libertam para a realidade, e assim podemos seguir adiante, não ficaremos mais presos neste ponto da caminhada. Já escrevi sobre isso neste post (clique aqui para ler). 

Assim como a Amélie, você já é bem grandinho e conseguirá suportar todos os baques da vida. Está na hora de viver, sem hesitar.

Minha dica para você essa semana é, além de assistir esse filme, aproveite para analisar sua vida. Perceba os pontos nos quais você se concentra somente imaginando o quão perfeito seria se... e por medo não toma nenhuma decisão. Eu decidi avaliar a minha vida, porque o momento perfeito é esse, e espero que possa ser o seu também. E você também acha que são tempos difíceis para os sonhadores? Assista o filme, você irá entender.

Sugestão de música: Love Exists - Amy Lee





Nenhum comentário:

Postar um comentário